Monumento Natural Estadual da Pedra Grande

Rodovia Fernão Dias, saída KM50

Atibaia, São Paulo

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

RODA DO ANO

Bora voar com a gente na Roda do Ano?

8 encontros para sentir e vibrar com a natureza. Aqui no Voador <3

Quando foi a última vez que você parou para observar a natureza com atenção? Sentir seus ventos e movimentos, a luz do sol? Apreciar as estações do ano, a transição que cada ciclo apresenta e a abundância que dela emerge? Viver o Voador, nesse patrimônio natural, tem nos dado a oportunidade para acessar uma fonte de sabedoria inesgotável sobre os ciclos da vida. Devagarzinho, mês a mês, percebemos que as mudanças do ambiente natural se passam também aqui dentro de nós. 

E há algum tempo vínhamos nos perguntando: como compartilhar dessa experiência com nossos voadores? Inspirá-los a viver essa magia com a gente? E eis que, então, surgem as imersões da “Roda do Ano”. Uma programação feita para vivenciarmos de perto 8 grandes ciclos naturais aqui nas nossas asas. Um calendário que não enxerga o tempo linear, mas circular. Como a natureza é.

A Roda do Ano une os ciclos solares (solstícios e equinócios, ou seja, as estações do ano) aos lunares. É um convite para observar a natureza, vivenciando esses momentos num contínuo evolutivo. Um diálogo que estimula nossos sentidos e nos conduz a um outro diálogo, mais íntimo, que amplia nossa consciência corporal e atesta que as mudanças ao longo das estações são externas e internas. Uma oportunidade maravilhosa de vibrar em novas sintonias, mas de um jeito diferente. Com nossos saberes & sabores: lúdico, leve, vibrante e criativo.

O Equinócio de Outono reafirma a continuação da vida. Com a chegada do inverno, convocamos nossa criança interior para nos ajudar a enfrentar os desafios de Yule até a chegada da primavera. 

Imbolc ocorre no pico do inverno, quando a Terra se encontra mais fria, ideal para nos conectarmos com nossa essência. Momento de preparar e limpar o caminho para o novo ciclo que vem chegando.

O pico da primavera no final de outubro é o momento de saída total do inverno. 

Beltane representa a união do princípio feminino e masculino, momento de honrar essa harmonia e fertilidade. 

O Equinócio da primavera é celebrado em Ostara, momento de expansão da vida e muita abundância. O elemento ar está em destaque, ele traz a vida, o primeiro sopro do nascimento.

A chegada do Solstício de Verão representa a colheita do que foi plantado. Litha representa força, e o dia mais longo do ano ocorre nesse momento máximo energia solar sobre a Terra. 

Lammas é o momento da colheita. Tudo o que foi plantado e regado ao longo dos meses gerou belos e suculentos frutos. Momento celebrar a fartura e se preparar para os ciclos vindouros.

No Equinócio de Outono, a Terra começa a se despedir da presença tão intensa dos raios solares. Em Mabon, é o momento de olhar para si e identificar dentro de nós quais sementes queremos plantar no próximo ano. 

Samhain é celebrado no dia das bruxas, momento em que o véu que separa o mundo material e o mundo espiritual está mais fino, facilitando o contato com os nossos ancestrais. Última colheita abundante antes do inverno. 

Representação da Roda do Ano e nosso calendário de vivências na natureza

COMO FUNCIONA A
RODA DO ANO?

Para nós, a Roda do Ano é uma linda ferramenta de autoconhecimento, que pode ser vivenciada a cada celebração, individualmente, ou de forma integrada, passando pelo ciclo completo. É uma jornada de conexão com os ciclos da natureza que estimula nossas percepções e nos convida a fazer uma pausa para observar as mudanças internas e externas que ocorrem durante uma rotação solar. 

Cada uma das 08 celebrações tem um propósito e significado que são construídos e sentidos de acordo com a posição do Sol - o regente desse calendário - e como ele influencia a Terra. Histórias, saberes ancestrais, comidas e muita alegria permeiam os encontros, onde celebraremos com criatividade, experiências lúdicas e vivências incesquecíveis essa integração com a natureza.

 

E tudo isso que criamos conta com uma curadoria sensível de arte e educação que busca sempre o alinhamento com os ciclos naturais da natureza e seus seres. Quer saber mais? Passe o mouse sobre cada festividade e conheça os detalhes de cada encontro.

LITHA

28/12 - 01/01

LAMMAS

31/01 - 02/02

MABON

20 - 22/03

SAMHAIN

01 - 03/05

YULE

19 - 21/06

IMBOLC

31/07 - 02/08

OSTARA

21 - 22/09

BELTANE

01 - 03/11